Wiki Dragon Age Brasil
Advertisement

"Não estou interessada nas histórias. Eu vim ouvir a verdade."

Personagem
Cassandra Pentaghast

Cassandra DAI
Raça:
Humana
Gênero:
Feminino
Classe:
Título:
Investigadora
Heroína de Orlais
Mão Direita da Divina
Divina Victoria (condicional)
Afiliação:
Especialização:
Templário
Localização:
Dragon Age II:
Kirkwall
Inquisition:
Refúgio
Fortaleza do Céu
Missões:
Prazeres Secretos
Promesa de Destruição
Localize os Investigadores Desaparecidos
O Romance Ideal
Assuntos Pendendentes
Apoie Cassandra
Familia:
Matthias Pentaghast (pai)
Tigana Pentaghast (mãe)
Anthony Pentaghast (irmão)
Vestalus Pentaghast (tio)
Loren Pentaghast (primo)
(Veja também: Família Pentaghast)
Voz:
Aparições:

Cassandra Allegra Portia Calogera Filomena Pentaghast (nascida 9:03-9:04 Dragão)[1] é uma Nevarrana da família real Pentaghast. Apesar do berço nobre, Cassandra virou as costas a uma vida de riqueza e privilégios para fazer parte dos Investigadores da Verdade, uma ordem antiga que serve como olho vigilante sobre a corrupção e ameaças mágicas, recebendo da Chantria autoridade total em suas investigações. Ela é mão Mão Direita da Divina desde 9:22 Dragão.[2]Em Dragon Age II, ela investiga as ações de Hawke, acreditando que entendê-las pode ser a chave para evitar uma guerra que ameaça engolir Thedas. Em Dragon Age: Inquisition ela é uma das companheiras do Inquisidor e uma opção de romance para um Inquisidor masculino.

Muitos Investigadores abandonaram a Chantria em resposta à rebelião dos magos. Cassandra não se juntou a seus companheiros nisso, permanecendo leal à Divina Justinia e decidiu persistir nos esforços para restaurar a ordem diante ao caos. Ela é devota e determinada, a espada na mão direita da Divina, procurando justiça antes de tudo.[3]

História[]

Envolvimento[]

Dragon Age: Dawn Of The Seeker[]

Dragon Age II[]

Dragon Age: Inquisition[]

Splr dai
"Não importa o que éramos antes, agora somos a Inquisição" - O Inquisidor
Este artigo contém spoilers de Dragon Age: Inquisition. Clique aqui para mostra-los.

Cassandra tarot

Carta de tarô de Cassandra

Após a explosão da Brecha Cassandra interroga o Inquisidor, o único sobrevivente da explosão do conclave que matou Divina Justinia V. Ela os acusa de causar a violação, pois a marca em suas mãos é da mesma magia que a violação. No entanto, ela dá ao Inquisidor a chance de provar sua inocência fechando-o. Ao chegar às ruínas do Templo das Cinzas Sagradas, um eco revela que o Inquisidor acidentalmente interrompeu o ritual de sacrifício do Divino de uma figura sombria desconhecida. No entanto, eles afirmam não ter memória deste evento. O Inquisidor consegue fechar a primeira fenda, estabilizando a Brecha, mas não a fechando.

No rescaldo de seu fracasso em fechar a Brecha, Cassandra começa a bater de frente com Chanceler Roderick, que está convencido da culpa do Inquisidor, enquanto Cassandra acredita que eles foram enviados pelo Criador. Ela e Leliana invocam o mandado do falecido Divino para restaurar a Inquisição, independente da autoridade da Capela, com o propósito de fechar a Brecha e encontrar os verdadeiros perpetradores por trás dela.

Em conversa com Cassandra sobre seus sentimentos sobre o Chantria, ela revela que acredita que o Chantria é necessário e ainda pode ser recuperado, embora seus métodos exijam melhorias. Ela recomenda que a Capela concentre seus esforços em ser compassivo com o povo de Thedas, independentemente da raça. Cassandra é conservadora em deixar de lado instituições como o Círculo dos Magos e a Ordem dos Templários, e acredita que ambos servem a um propósito na sociedade. Cassandra afirma que prefere reformar tais instituições e parece receptiva aos magos que se governam, mas acredita que eles precisam da ajuda da Capela para fazê-lo. Além disso, ela enfatizaria o papel dos templários como protetores dos inocentes, em vez de apenas carcereiros de magos.

Enquanto Leliana acredita que o Chantria precisa de uma reforma radical, Cassandra, em contraste, acredita que o incrementalismo é o melhor curso de ação no que diz respeito às reformas. Leliana diz que deseja seguir o legado da Divina Justinia, mas Cassandra acredita que Justinia era mais moderada do que Leliana lembra; Cassandra acha que Justinia concordaria com ela que os clérigos da Capela e o povo só aceitariam algumas mudanças. Em última análise, Cassandra acha que a reação das mudanças radicais de Leliana levaria ao caos.

Depois que a Inquisição é forçada a sair de Haven por Corypheus, o Inquisidor leva os refugiados para Fortaleza do Céu. Ao chegar, Cassandra diz ao Inquisidor que todos os escolheram como seu líder, não apenas por causa da Âncora, mas porque eles são uma inspiração para todos eles.

Depois que Varric convoca Hawke para Fortaleza do Céu, Cassandra o confronta, acusando o anão de ter retido o conhecimento do paradeiro de Hawke o tempo todo; ela acredita que Hawke poderia ter salvado Justinia. Se o Inquisidor intervir, ele pode apoiar qualquer um deles ou encorajá-los a cooperar. Quando Varric se vira para sair, ele afirma que se Hawke estivesse no conclave, eles também teriam sido mortos.

Cassandra tarot2

Carta de tarô Cassandra como Divina

Cassandra mais tarde pede a ajuda do Inquisidor em investigando o desaparecimento de seus companheiros Investigadores, suspeitando que eles sejam prisioneiros de Corypheus. Seguindo os Investigadores até o castelo de Caer Oswin, Cassandra descobre evidências de que Samson/Calpernia vendeu os Investigadores para a Order of Fiery Promise depois de saber que os Investigadores eram resistentes a lírio vermelho. Aventurando-se ainda mais no castelo, eles encontram o aprendiz de Cassandra, Daniel, que está sofrendo por ser alimentado com lyrium vermelho e ser implantado com um demônio. Ele revela que Lorde Investigador Lucius vendeu seus homens para os Promisers e está operando em Caer Oswin o tempo todo. Depois de conceder a Daniel uma morte misericordiosa, Cassandra confronta Lucius e o mata na luta que se seguiu.

De volta à Fortaleza do Céu, Cassandra olha através do Livro dos Segredos guardado pelo Lorde Investigador. Ela questiona se deve reformar os Investigadores. Do livro, ela aprendeu que ela e todos os Investigadores foram secretamente feitos Tranquilos e submetidos ao toque de um Espírito de Fé para receber suas habilidades e restaurar suas mentes; Lorde Investigador Lambert sempre soube como reverter a Tranquilidade e encobriu-a. Se perguntada como ela faria para reformar os Investigadores, Cassandra afirma que planeja encontrar os Investigadores dispersos, fazer com que todos leiam o Livro dos Segredos juntos, não deixando mais segredos entre eles e estabelecer uma nova carta que será dedicada a fazer o Trabalho do criador. Embora Cassandra não tenha certeza das especificidades do trabalho do Criador, ela acredita que os novos Buscadores devem fazer um esforço consciente de buscar e definir esse propósito. O Inquisidor pode optar por apoiar a reforma ou não.

O Inquisidor pode perguntar sobre a cura para Tranquilidade em uma conversa com Cassandra. Cassandra afirma que planeja investigar ainda mais se a cura pode ser refinada para que um mago curado possa reverter o Rito sem ser dominado pelas emoções. Caso tenha sucesso, ela mesma pretende divulgar a cura refinada.

InquisitionEpilogueSlide4-2

Cassandra como Divina Victoria

É possível ter Cassandra eleita como a nova Divina, depois de Justinia V. Se escolhida, ela será conhecida como Divina Victoria. Ela vai decretar reformas para uma nova Ordem dos Templários e um novo Círculo dos Magos. Os Investigadores da Verdade, se ela foi encorajada a reconstruir a ordem, são rededicados ao seu propósito de proteger os inocentes. Dependendo de sua aprovação com o Inquisidor, a Capela poderia ser um aliado firme da Inquisição ou ter um relacionamento tenso com eles. Apesar de sua popularidade, as reformas do novo Divino são vistas por alguns como indo longe demais.[4] Seus esforços para estabilizar a paz foram geralmente bem sucedidos e o sul de Thedas viu paz por um tempo. [5]


Missões[]

Aprovação[]

Romance[]

Cassandra é um potencial interesse amoroso apenas para Inquisidores do sexo masculino.

Splr dai
"Não importa o que éramos antes, agora somos a Inquisição" - O Inquisidor
Este artigo contém spoilers de Dragon Age: Inquisition. Clique aqui para mostra-los.


O romance pode ser iniciado após ganhar a aprovação de Cassandra, flertar com ela em várias ocasiões e completar sua missão pessoal, Promessa de Destuição.

Uma vez que esses pré-requisitos tenham sido atendidos, Cassandra pedirá para falar em particular com o Inquisidor. Durante a conversa, Cassandra visivelmente nervosa e perturbada confessa que, embora tenha notado o flerte do Inquisidor, o que seu coração realmente anseia é o romance ideal: encontrar um homem que a faça se apaixonar perdidamente e "corteja-a adequadamente" com flores e poesia à luz de velas. Porém ela acha que o Inquisidor pode ser incapaz de cumprir esses desejos devido à sua posição como Arauto de Andraste e líder da Inquisição. Neste ponto, o Inquisidor pode terminar as coisas permanentemente com Cassandra ou declarar que está disposto a tentar cortejá-la de acordo com seus desejos.

Caso o Inquisidor opte por continuar o romance, ele deverá encontrar três presentes ideais:

  • Flores que podem ser obtidas com o jardineiro elfo em Val Royeaux.
  • Velas que podem ser compradas na loja de Pierre-Marie em Val Royeaux.
  • Um livro de poesia adquirido de uma caravana pilhada pertencente ao vendedor de livros anão na Vilarejo de Rocha Vermelha.
Uma vez que os itens mencionados foram coletados, o Inquisidor pode falar com Cassandra e solicitar que ela o encontre em um bosque escondido perto de Fortaleza do Céu. Durante a noite, Cassandra chega ao bosque para encontrá-lo cheio de velas e flores. Ela é então surpreendida pelo Inquisidor, que recita uma leitura do livro de poesia para diversão e deleite de Cassandra. Ela toma nota da escolha de poemas do Inquisidor, então começa a ler um trecho do livro enquanto ela e o Inquisidor gradualmente se aproximam um do outro. Eventualmente, a leitura culmina em um beijo apaixonado e os dois fazem amor sob o céu noturno.


Estatísticas[]

Citações[]

Entradas de códice[]

Notas[]

Trivia[]

Galeria[]

Referências[]

  1. Ela tinha 12 anos quando seu irmão foi assassinado em 9:16.
  2. Dragon Age: The World of Thedas, vol. 1, p. 143
  3. http://www.dragonage.com/#!/pt_BR/characters/humans/cassandra-pentaghast
  4. Epílogo (Inquisition).
  5. Epílogo (Invasor)#Paradeiro de Cassandra Penthagast
Advertisement